15.4.17

Decepções Literárias (Parte I)





Quem nunca leu um livro achando que iria encontrar uma história maravilhosa e no final acabou se decepcionando? Seja porque criou muitas expectativas e depois viu que não era nada do esperado, seja porque a premissa era boa mas a leitura não fluiu ou porque o livro era ruim mesmo.

Veja agora quais foram as minhas principais decepções literárias, lembrando que os livros não seguem uma ordem exata de ''nível de decepção''. Os títulos foram organizados por ordem alfabética.


Sinopse do Skoob: ‘’Um jornalista é demitido de seu emprego e de seu relacionamento com a chefe e amante. Até aí, seria um romance sobre as crises, a financeira e a afetiva, que corroem nossos dias. Seria, mas nosso personagem (que leva o nome do autor do livro, Alex Antunes) se embrenha em seguida em inusitados universos urbanos - o da prostituição e o dos rituais neo-xamânicos de transe. Em busca das respostas para suas angústias, ele desperta uma voz feminina que passa a aconselhá-lo. E, de quebra, desestrutura completamente seu modo masculino e oportunista de ver o mundo, levando-o a procurar outro tipo de compromisso, mágico e espiritual. Sish, a outra autora do livro, vem a ser essa voz. Um espírito? Uma entidade? Um arquétipo? Um alter ego?’’

A Estratégia de Lilith: Esse livro me foi sugerido pelo dono de um sebo onde tenho o costume de comprar livros. Sabendo do meu gosto literário, o dono disse que eu poderia gostar. Como me interessei pela sinopse, decidi arriscar mesmo não tendo qualquer referência sobre ele. É como dizem: só saberemos se um livro é bom depois que o lermos, certo? Certo! Antes de iniciar minha leitura, decidi investigar as avaliações que o livro tinha no Skoob. Para minha surpresa, na época encontrei 3 resenhas (todas negativas). Ainda assim fui em frente. Quando terminei, pude entender o porquê de tantos comentários negativos. É um livro exótico e com seus momentos interessantes, sem dúvidas, mas completamente maçante e sem pé nem cabeça.



Sinopse do Skoob: ‘’Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História.’’

A Menina que Roubava Livros: É inegável o sucesso de ‘’A Menina Que Roubava Livros’’. Vendo que todos que o liam tinham algo de positivo a apresentar, pensei: ‘’por quê não?’’. Logo, acabei criando muitas expectativas sem saber ao certo o que iria encontrar, mas ainda assim eu esperava algo extraordinário. Para a minha surpresa (ou seria decepção?), não foi bem assim. Sei que muita gente gostou, entendo e respeito, mas comigo realmente não funcionou. Achei o livro bem chatinho e até tentei seguir até o final, mas não consegui passar da metade. Não tenho intenções de tentar mais uma vez, pelo menos agora, mas quem sabe futuramente?


Sinopse do Skoob: ‘’ 'A Menina Submersa - Memórias' é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do 'real' sobre o 'verdadeiro' e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos.’’

A Menina Submersa - Memórias: Como ‘’A Menina Que Roubava Livros’’, muita gente gostou de ‘’A Menina Submersa’’, e de todos os livros citados aqui, foi o que menos me decepcionou. A história em si é totalmente original e diferente de tudo o que já li, mas trata-se de algo complexo e que precisa ser lido com calma para que se entenda plenamente. Não entrarei muito em detalhes. Se quiser saber um pouco mais minha opinião sobre ele, confira a resenha aqui.




Sinopse do Skoob: ‘’Os obscuros meandros e os bastidores da espionagem política, retratados com toda a crueza e violência. O livro mostra a crueldade de um mundo dividido entre facções que se combatem surdamente e o drama de vidas marcadas pela existência do muro de Berlim. "Temos de viver sem compaixão" - afirma um dos personagens, revelando a regra básica de um jogo político onde não há lugar para nobres sentimentos.‘’

O Espião que Saiu do Frio: Esse livro foi um achado em minha casa. Revirando algumas caixas junto com minha mãe, encontrei a publicação, que pertenceu a ela. Não pensei 2 vezes antes de tomá-lo para mim (com a permissão da dona, claro). Fiquei empolgada e assim que tive uma brecha, iniciei minha leitura. Mas é aquela velha história... Não crie muitas expectativas em cima de um livro. E assim foi. Ao meu ver, trata-se de um livro chato e repetitivo. Em vista dos inúmeros comentários positivos, para mim está longe de ser a melhor obra de espionagem que já li.


Sinopse do Skoob: ‘’Quinze anos após ao exorcismo da garota possuída pelo demônio, Georgetown é assolada por uma série de macabros assassinatos. O Detetive Kinderman investiga e pouco a pouco descobre fatos que ligam os crimes a um perigoso assassino executado no mesmo dia do exorcismo.’’

O Espírito do Mal: Por se tratar de uma ‘continuação’ de ‘’O Exorcista’’ eu realmente esperava algo à altura, mas o que acabei encontrando foi uma escrita morna, arrastada e cansativa. O livro em si não chega aos pés da obra considerada o ‘’magnum opus’’ de William P. Blatty. Apesar de ser um livro relativamente pequeno (272 páginas), a leitura não foi nem um pouco interessante. Ao meu ver, o próprio começo não foi tão bom assim e na expectativa de que as coisas começassem a esquentar conforme o avanço da leitura, optei por não abandoná-lo. Quando terminei, foi inevitável o sentimento de decepção.


Já passou por alguma decepção literária? Deixe sua experiência!

Proxima Página inicial

6 comentários :

  1. Sugiro que vc chilique o nome dos livros antes das fotos. O meu vem demorou os carregar SS imagens... Mas é só uma sugestão ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Infelizmente esse layout pode demorar um pouco a carregar mesmo. Mas obrigada pela sugestão <3 Toda opinião é sempre muito bem-vinda.

      Excluir
  2. Eu quero ler A Menina Que Roubava Livros e A Menina Submersa há tanto tempo mas nunca consigo, será um sinal? hahah já assisti ao filme do primeiro livro, e tu? Eu gostei bastante da história do filme, mas por ter assistido antes de ler o livro me sinto meio entediada sempre que pego o livro pra ler pq já sei toda a história...
    Teu post é bem interessante, acho que vou fazer um assim também *-*

    Beijos ♡
    misinwonderland.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Eita, quem sabe? haha O filme não cheguei a ver, e confesso que provavelmente não assistiria também :/ Acho que por ter me decepcionado bastante com o livro, também perdi vontade de assistir o filme, mas quem sabe um dia eu consiga superar essa decepção e tente de novo? hahaha
      Fico feliz que tenha gostado *-*
      Obrigada pela visita <3
      Beijinhos.

      Excluir
  3. Oie!
    Olha eu nunca senti vontade de ler A Menina que Roubava Livros apesar de a minha irmã sempre dizer que esse livro é maravilhoso etc. Como você sabe, eu não sou nenhuma devoradora de livros e é difícil demais encontrar um livro que realmente me prenda. Sou a Rainha dos Livros Abandonados HAHAHA. Lembro que uma tremenda decepção na minha vida foi o último livro da Saga Crepúsculo que eu comprei na PRÉ-VENDA e a cada página eu só queria morrer de desgosto. Já quero a parte 2 <3
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      É horrível quando nos decepcionamos com um livro que queríamos tanto ler, né? Já estou ficando traumatizada por causa das minhas últimas experiências literárias hahaha Aprendi que não devemos esperar nada de livro nenhum.
      Obrigada pela visita <3
      Beijinhos.

      Excluir

Volte sempre e até a próxima!
Comentários, seguidores e visitas serão retribuídos com prazer.